O que você procura
você está no Hospital São Marcos
Hosp Israelita
Hosp Niteroi D'Or
Hosp Assunção
Hosp Norte D'Or
Hosp Badim
Hosp Oeste D'Or
Hosp Bangu
Hosp Quinta D'Or
Hosp Barra D'Or
Hosp Ribeirão Pires
Hosp Bartira
Hosp Rios D'Or
Hosp Caxias D'Or
Hosp SANTA LUZIA
Hosp Copa D'Or
HOSP SÃO LUIZ
Hosp e Mat Brasil
Hosp São Marcos
Hosp Esperança Olinda
Hosp Sino Brasileiro
Hosp Esperança Recife
Hosp Villa-Lobos
Hosp iFor
Hospital Copa Star
HOSPITAL REAL D'OR
Mudar hospital

Releases


08/09/2015 - A melhor dieta é a balanceada

Dieta da proteína, do shake, da sopa, da lua. São muitas as receitas que prometem resultados rápidos e milagrosos. Mas você sabia que, na maioria dos casos, dietas restritivas não são saudáveis? “O corpo necessita de todos os grupos alimentares para se manter saudável. O segredo está em adequar a quantidade e qualidade do que se come”, explica Gabriela Tabosa, coordenadora de Nutrição do Hospital São Marcos, localizado no Recife e integrante da Rede D’Or São Luiz em Pernambuco.

 

Carboidratos, frutas, legumes, verduras, carnes, leguminosas, laticínios e até mesmo gorduras são importantes para o bom funcionamento do organismo, basta escolher de maneira inteligente esses alimentos. Os grupos alimentares são responsáveis por fornecer nutrientes, são fonte de energia, formam e mantém músculos, sangue, ossos, pele e órgãos. Portanto, é fundamental mantê-los na dieta, em doses moderadas, que podem ser indicadas por um profissional de Nutrição.

 

Mas se a ideia é emagrecer, qual o caminho mais saudável? “Dietas devem levar em consideração hábitos alimentares individuais e necessidades de cada organismo. O mais importante é saber que passar fome, definitivamente, não é a escolha mais indicada para perder peso corpóreo com saúde”, alerta a nutricionista.

 

Então, vamos às melhores escolhas:

 

- Opte por alimentos integrais (cereais, pães e grãos). Além de serem ricos em fibras, vitaminas e sais minerais, eles promovem sensação de saciedade, reduzem os níveis de colesterol (gordura) e glicose (açúcar) no sangue e melhoram o funcionamento intestinal.

 

- Sempre que possível, inclua uma salada antes do almoço e jantar. Assim, evitará exageros na refeição principal.

 

- Evite alimentos industrializados, pois possuem excesso de açúcar e sal.

 

- Troque o refrigerante por sucos naturais de frutas. Você irá reduzir calorias, níveis de açúcar e evitar a ingestão de fosfatos, que em excesso enfraquecem os ossos.

 

- Coma de maneira fracionada. O ideal é a cada três horas para evitar tentações.

 

- Dê prioridade às frutas e oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas) para os lanches. São excelentes fontes de gorduras boas, vitaminas e minerais. 

 

Efeito sanfona – Além de trazer riscos à saúde – como carência de nutrientes, hipoglicemia (redução da quantidade de glicose no sangue), entre outros – as dietas restritivas também são responsáveis, muitas vezes, pelo temido efeito sanfona. Isso se dá porque reduzem ao máximo a quantidade de alimentos ingeridos. Quando passamos muito tempo sem comer, o organismo interpreta como uma ameaça e diminui a velocidade do metabolismo para armazenar energia. Isso diminui a queima de calorias e pode tornar o processo de emagrecimento cada vez mais difícil. “Por isso é tão comum ver pessoas engordarem novamente após dietas ditas milagrosas. O melhor, sempre, é optar por uma dieta balanceada e aliar bons hábitos alimentares à prática de exercícios físicos, que acelera o gasto calórico”, explica Gabriela Tabosa.   

 

#RedeDOR #SãoMarcos